Dicas - Corpo - Dependência não tem cura, mas pode ser tratada
Envie por email   Bookmark and Share

Pesquisar



Dependência não tem cura, mas pode ser tratada


 



























O
amor pode se transformar em doença. O fatalismo da frase pode parecer bobagem para você que vive uma relação saudável.
Mas para muita gente, o sentimento bom vira fonte de sofrimento, prejudica a
auto-estima e pode levar do céu ao inferno rapidinho. Isso acontece quando o amor vira co-dependência.

Quem vive dessa maneira não encontra segurança e proteção - a não ser ao lado do amado -, vê a relação se transformar em problema e o companheirismo e a intimidade desaparecerem. Aí, a imaturidade emocional dá as caras e o amor ganha status de droga. Pesada.

 

"Tudo aquilo que proporciona sensação de bem-estar e prazer pode viciar. Assim acontece com a droga. E pode acontecer com o amor, principalmente quando este se apresenta em excesso. A base da co-dependência é o apego, popularmente conhecido como amor excessivo", explica o terapeuta de casais e famílias Paulo G. P. Tessarioli.

Segundo ele, uma das formas mais simples de identificar esse sentimento doente é perceber o que ele proporciona. Se perguntar, por exemplo, se existe confusão, sofrimento ou medo pode ajudar. "As características básicas da dependência afetiva são imaturidade emocional, baixa tolerância ao sofrimento, à frustração e a ilusão de permanência", relata. Esses dependentes manipulam, controlam, se vitimizam, chantageiam, são prestativos e depois cobram caro por isto. "Sufocam e limitam o raio social do parceiro, vivem a vida do outro".

Paulo explica que o efeito mais nocivo dessa co-dependência é a ‘despessoalização’, ou seja, a perda da própria identidade. "Outros efeitos são de ordem emocional e perturbam o funcionamento do corpo, por exemplo, com
crises de ansiedade (síndrome do pânico), altos e baixos do humor (depressão e euforia), e auto-estima prejudicada".

A mulher é considerada mais sensível à co-dependência do que o homem, mas a razão é cultural e histórica. "A ideologia do amor romântico as sensibilizou de uma forma muito mais intensa. Embora existam homens co-dependentes, boa parte das mulheres ainda vive como coadjuvantes de seus companheiros", afirma.

A dependência afetiva, assim como a química, não tem cura. Mas o tratamento é sempre bem vindo e consiste em desenvolver o amor próprio, o autocontrole e a abstinência de relacionamentos doentios. Mas diferentemente da dependência química, em que é óbvia a orientação de parar e se afastar da droga, na dependência de afeto não dá para deixar de se relacionar com pessoas e se afastar delas. "Por esta razão, a base do tratamento consiste em psicoterapia, biblioterapia e grupo de auto-ajuda. Nos casos mais difíceis, em que há co-morbidades é recomendado o acompanhamento psiquiátrico", sugere Paulo.

No meio de tudo isso, é bom lembrar que o ser humano nasceu sozinho, mas não para viver na solidão. E nem toda necessidade de companhia é co-dependência. "É sempre muito bom estar entre pessoas que nos fazem e querem bem. Isto não é co-dependência. Mas apegar-se a alguém para evitar a solidão ou a dor da perda é se distanciar de si mesmo e, muitas vezes, perder-se e se isolar de tudo e todos". Não caia nessa.

 

Por Sabrina Passos (MBPress)
fonte:
http://vilamulher.terra.com.br



Assuntos relacionados : Dependência  tratamentos  amor  depressão  relacionamentos  relação  homem e mulher  coração 

publicidade
+ Relacionados
Mesmo no pós-parto a dieta deve continuar equilibrada
Nove meses se passaram. Agora é o momento de curtir o bebê que chegou, mas cuidado com a alimentação deve ser redobrado
Cuidados com o corpo antes do casamento
O grande dia está chegando e as gordurinhas apareceram? Invista nas frutas, nos exercícios e boa festa!
Exercícios para Gravidez ela não é desculpa para relaxar
Momento único na vida de uma mulher, a gravidez não é desculpa para não se exercitar
Dieta equilibrada aumenta as chances de engravidar
Manter hábitos alimentares saudáveis é importante em qualquer idade
Magnésio é bom para osteoporose
É necessário que o organismo possua índices adequados de magnésio e vitamina D.
Dicas para manter o bumbum durinho e empinado
Mesmo durante os meses mais frios do ano, os cuidados com a saúde e com o corpo não devem ficar de lado
Maison da Beleza abre curso de consultoria de imagem
Os profissionais baianos interessados em iniciar ou complementar a formação em consultoria de imagem têm, neste mês de abril, a oportunidade de participar de um curso inédito em Salvador
GAPZ trás esperança para aqueles que sofrem com o Zumbido Ouvido
Entender o que é o zumbido e esclarecer as dúvidas com profissionais qualificados

+ Programas de TV
Vídeo Show Espelho Mágico: Beatriz de Escrito nas Estrelas inspira transformação
Fã ganha trasnformação para ficar igual a vilã de Escrito nas estrelas Beatriz
Vídeo Show Vídeo Show News conta as últimas dos famosos
Saiba o quais as noticias dos famosos para esta semana
Vídeo Show André Arteche prova ser bom cabeleireiro como o Julinho de Ti-Ti-Ti
Ator aceita desafio do Vídeo Show e faz penteados em fãs.
Fantástico Fiuk estreia no Jogo da Verdade
O ator teve que responder as perguntas dos adolescentes sobre temas variados. Sexo, carreira e família foram alguns dos temas abordados
Fantástico Casal de adolescentes se expõe em cenas de carícias ousadas pela internet
Os jovens se conheceram pela internet e fizeram uma aposta: quem perdesse em um jogo de cartas iria se expor
Fantástico Silvester Stallone fala sobre comentário que fez sobre o Brasil em entrevista
O ator explicou a polêmica em torno do comentário que ele fez sobre o Brasil
Vídeo Show Separação de Claudia Raia e Edson Celulari
Veja as noticias dos famosos!
Mais Você Aprenda a meditar para diminuir o estresse
Aprenda com a a professora de meditação Luciana Ferraz a meditar para diminuir


+ Dicas


+ Vídeos


+ Novelas


+ Moda


+ Beleza


+ Culinária






publicidade