Revistas:




7 curiosidades sobre saúde bucal na gravidez

Publicado por Carina Malfa em 26/05/2014 às 21h30

Confira algumas das curiosidades que as mulheres precisam saber sobre saúde bucal na gravidez!

Texto Carina Malfa | Foto Reprodução

7 curiosidades sobre saúde bucal na gravidez

 

A saúde bucal é uma questão muito importante, principalmente para as mulheres que estão gravidas. Você já ouviu falar dos riscos que uma gengivite pode trazer na gravidez? Confira as 7 curiosidades esclarecidas por Maria Cristina Treno Rita, gerente Operacional e cirurgiã dentista da operadora INPAO Dental, sobre o assunto:

1- Que problemas bucais podem ocorrer durante a gravidez?
A gengivite e as cáries, em geral, devido ao aumento do consumo de doces e carboidratos, e a dificuldade que a grávida possui em fazer uma higiene adequada, devido aos enjoos. Além disso, pode ocorrer uma maior sensibilidade gengival, em decorrência das alterações hormonais que acontecem neste período. Outro risco, que pode vir a acontecer, é algum tipo de descalcificação dental devido aos vômitos constantes, que causam o aumento de acidez na boca. 
2- A saúde bucal pode afetar a gravidez? 
A gravidez causa flutuações hormonais, e isso aumenta o risco de gengivite, e o agravamento de doenças periodontais preexistentes. As bactérias existentes nesse tipo de doença podem cair na circulação sanguínea e se espalharem por todo o corpo. Em consequência, há também um risco considerável de induzir o trabalho de parto precocemente, provocando o nascimento de bebês prematuros e de baixo peso. Porém, essa doença não é a responsável pela perda de dentes. Quando isso acontece, geralmente está associada à higiene inadequada e hábitos alimentares prejudiciais.
3- O que é recomendado para uma gestante fazer nesse período?
Gestantes devem receber tratamento odontológico, especialmente o preventivo. As consultas periódicas, para a limpeza, a aplicação tópica de flúor (se necessário), com orientações de higiene oral e de dieta alimentar são muito importantes. Esses tratamentos devem ser preferencialmente ser agendados para o segundo trimestre de gravidez. 
4- Qual o melhor período da gravidez para ir ao dentista? 
Neste período, inclusive, é melhor marcar consultas entre o 4º e 6º mês de gestação, porque os três primeiros meses são os mais importantes no desenvolvimento da criança. Além disso, a posição da cadeira de dentista pode ser algo muito desconfortável nos últimos meses da gestação. Entretanto, se houver necessidade de consultas de urgência devido à incidência de dor, elas podem ser realizadas a qualquer momento, postergando os procedimentos invasivos.
5- Existe algum procedimento que a gestante deve evitar durante a gravidez?
 Na maior parte dos casos, devem-se evitar radiografias, anestésicos dentais, medicação contra a dor e antibióticos (especialmente a tetraciclina) durante o primeiro trimestre da gravidez, a não ser que sejam absolutamente imprescindíveis.
6- Como se prevenir de problemas odontológicos nesse período? 
É preciso escovar os dentes sempre após as refeições, evitando o acúmulo da placa bacteriana, sobretudo próximo à gengiva. Dessa forma, a utilização diária de fio dental torna-se imprescindível, pelo menos antes de dormir. Também a redução no consumo de doces e o aumento na ingestão de alimentos integrais, verduras e frutas secas é uma medida bastante recomendável. 
7-    E depois do nascimento, quando se deve levar o bebê ao dentista? 
A primeira visita ao dentista deve acontecer o mais rápido possível, pois o cirurgião dentista irá orientar a mãe em questões relacionadas à higiene bucal (inclusive gengival, enquanto não há dentes) e hábitos (tipos de mamadeiras e chupetas, entre outros, além do uso adequado do flúor). 

 

 

TESTE: VOCÊ CUIDA BEM DA SUA PELE NO INVERNO?

 

 

 

 

Leia Também
Para você, quem é a mamãe do ano: Deborah Secco x Sophie Charlotte?
Importância da amamentação para a mãe e para o bebê
5 dicas para prevenir estrias na gestação
Comente!


Mais Lidas