Revistas:




Verdadeiros riscos do hidrogel

Publicado por Evelyn Cristine em 04/12/2014 às 16h30

Você sabe quais são os verdadeiros riscos do Hidrogel? A gente te explica! Entenda o caso da modelo Andressa Urach e fique por dentro!

Texto Evelyn Cristine | Fotos Reprodução / Montagem Redação

Verdadeiros riscos do hidrogel

A modelo Andressa Urach foi internada com uma infecção na coxa esquerda, consequência da aplicação de hidrogel. Mas, você sabe quais são os verdadeiros riscos do hidrogel? O cirurgião plástico, Patrick Kovac, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, explica mais sobre o assunto. Confira!

 

 

O que é hidrogel?

O hidrogel é um produto que deve ser aplicado com muita cautela. Ele é utilizado para preenchimento de linhas finas, rugas e também para o aumento de volume na região do glúteo e coxas. “O hidrogel contém em sua composição 98% de água e 2% de poliamida, sendo utilizado por médicos no Brasil desde 2008. Entretanto, o produto não é aprovado pelo órgão americano Food and Drug Administration (FDA)”, explica o Dr.Patrick Kovac, cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Segundo o médico, o produto é recomendado para procedimentos reparadores, por exemplo, para preencher uma cicatriz. “Durante o procedimento, é necessário o uso de anestesia local. O hidrogel é injetado com uma microcânula na área desejada.”, ressalta.

Riscos do hidrogel

O paciente corre risco de o produto ser aplicado próximo a um vaso e comprimi-lo, o que pode causar uma isquemia, ou seja, interrupção do fluxo de sangue desencadeando uma necrose da pele. “Também o produto pode comprimir o nervo e causar uma dor intensa na região”, diz o Dr.Patrick.

Quando o produto não é aplicado por um especialista, ainda tem a chance de o hidrogel ser injetado no vaso sanguíneo levando a trombose. Caso o indivíduo apresente complicações, o hidrogel deve ser retirado imediatamente por meio de uma cirurgia.

Cuidados com hidrogel

A aplicação desse produto tem um custo alto, por isso, desconfie de valores muito baixo. Além disso, verifique que se o produto é original para evitar complicações. “Procure um profissional habilitado e certifique que a aplicação seja feita no centro cirúrgico ou num estabelecimento que esteja preparado para lidar com emergências médicas”, esclarece o médico.

TESTE: Você cuida bem da sua saúde?

Leia Também
Benefícios da água de coco para saúde
3 Dicas para controlar a ansiedade
12 dicas para prevenir o mau hálito
Comente!


Mais Lidas