Revistas:




Confira 5 mitos alimentares que não te ajudam a emagrecer

Publicado por Carina Malfa em 23/04/2015 às 18h00

Se mesmo seguindo todas as regras, você não consegue perder peso, confira 5 mitos alimentares que não te ajudam a emagrecer!

Texto Revista 7 Dias - Adaptação Carina Malfa | Foto Reprodução

Confira 5 mitos alimentares que não te ajudam a emagrecer 

Se mesmo seguindo as regras com uma alimentação balanceada, o ponteiro da balança não para de subir e você não consegue perder peso, fique atenta! Talvez você seja vítima de algum dos mitos alimentares. Confira 5 mitos que não te ajudam a emagrecer, e dê adeus aos quilinhos extras!

1. Comer de três em três horas ajuda a emagrecer 
Você já deve ter ouvido que este tipo de conduta evita picos nos níveis de glicose e mantém o organismo sempre ocupado, ou seja, queimando calorias a todo momento. No entanto, de acordo com estudos recentes, talvez isso seja um engano. Um deles, realizado em Praga (República Checa), comparou indivíduos com diabetes do tipo 2 que comiam apenas duas refeições diárias com outros que dividiam o mesmo total de calorias em seis. O primeiro grupo emagreceu mais e ainda apresentou melhor controle do açúcar no sangue. Uma das explicações é que muita gente tende a perder o controle nos lanchinhos. Para Henrique de Lacerda Suplicy, porta-voz da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SP), comer algo pouco calórico no meio da manhã e da tarde é o ideal: “Essa tática não serve para acelerar o metabolismo, mas sim diminuir a fome na refeição seguinte, fazendo você comer menos", fala o médico.

2. Pular o café da manhã engorda
A refeição matinal tem sido considerada a mais importante do dia por vários motivos. Dizem que quem pula o café da manhã tende a compensar o consumo de calorias comendo mais no almoço eno jantar. No entanto, não há comprovação para isso. Pesquisadores da Universidade de Cornel (EUA) compararam o consumo calórico de um grupo que pulava o café ao de outro que não abria mão dele. Eles perceberam que oprimeiro sentia mais fome no almoço, mas não chegava a comer mais do que quem havia se alimentado de manhã:na verdade, o primeiro grupo comia, em média, 400 calorias a menos por dia. Ou seja, se você não sente fome ao acordar, não se obrigue a tomar um café farto. Só não vale sair de casa de barriga vazia, tá?

3. Ingerir carboidrato após às 18h engorda
“No estômago é sempre noite”, brinca Henrique. Para ele, engordar ou emagrecer depende do total de calorias consumidas e não, necessariamente, do tipo de alimento. Um estudo publicado no jornal Obesity, em 2011, mostrou que comer carboidratos no jantar pode ser benéfico. A Universidade Hebraica selecionou 78 policiais obesos, que foram divididos em dois grupos. Ambos ingeriram 1.500 kcal por dia, mas um deles concentrava a ingestão de carboidratos à noite, e o outro distribuía porções ao longo do dia. Após seis meses, todos perderam quase o mesmo peso, mas o grupo da noite teve melhores índices de saciedade. A conclusão? Pode, sim, comer arroz, pão e macarrão no jantar, mas com moderação. Prefira as versões integrais, pois suas fibras saceiam a fome mais rápido.

4. É preciso beber oito copos de água por dia
Ninguém sabe ao certo de onde veio esse mito. O mais provável é que tenha sido uma média estipulada para ajudar as pessoas a não negligenciarem a sede. O problema é que as necessidades variam: quem vive em cidades quentes ou pratica atividades físicas precisa de mais líquidos, por exemplo. “É preciso considerar também o que a pessoa come”, comenta o nutrólogo Ribas Filho, presidente da Abran (SP), lembrando que frutas e vegetais também contêm água.

5. Alimentos integrais são menos calóricos
Pães e massas integrais podem ser considerados mais saudáveis, mas nem por isso têm menos calorias - em alguns casos, possuem até mais. O que faz esses alimentos serem mais indicados para quem faz dieta é o fato de que ajudam a aumentar a saciedade. Vale lembrar que indivíduos comintolerância comprovada ao glúten ou ao trigo, assim como quem sofre de síndrome do intestino irritável, apresentam problemas gastrointestinais após o consumo desses itens, devendo evitá-los.

TESTE: VOCÊ SABE FAZER DIETA?

 

Leia Também
Benefícios da água de coco para saúde
3 Dicas para controlar a ansiedade
12 dicas para prevenir o mau hálito
Comente!


Mais Lidas