Revistas:




Como controlar o peso após parar de fumar

Publicado por Evelyn Cristine em 24/12/2014 às 09h00

Você sabia que geralmente, há um aumento de dois a cinco quilos nos primeiros seis meses de abstinência?! Saiba como controlar o peso após parar de fumar!

Texto Evelyn Cristine | Foto Reprodução

 

Como controlar o peso após parar de fumar

Uma das maiores preocupações das pessoas que estão tentando parar de fumar é o ganho de peso. Até porque, geralmente, há um aumento de dois a cinco quilos nos primeiros seis meses de abstinência. Saiba como controlar o peso após parar de fumar, com as dicas de Cristiano Rabelo Nogueira, pneumologista reconhecido pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) e sócio- diretor da Clínica Pulmonare!

Por mais que os benefícios da paralisação do tabagismo sejam maiores do que qualquer consequência do excesso de peso, muitos ficam desencorajados em largar o vício quando surgem alguns quilos extras. Porém, é importante saber que a pessoa pode parar de fumar e, ao mesmo tempo, controlar o peso corporal.

Por que os ex-fumantes engordam?

De um modo geral, o indivíduo engorda quando ingere uma quantidade maior de calorias do que realmente consegue gastar. Este número depende da idade, sexo, peso corporal, metabolismo e exercícios praticados.

 

 

Quando a pessoa para de fumar, o metabolismo é reduzido e pode levar até alguns meses para que retorne a um nível normal. Outro motivo é o aumento do apetite. Tanto o paladar quanto o olfato melhoram sem o fumo, aumentando naturalmente o consumo calórico, especialmente de alimentos gordurosos e doces.

Porém, existem estratégias para reduzir as chances de ganhar massa. A primeira é comer de forma saudável e limitar a gordura na dieta, pois cada grama de gordura contém nove calorias contra quatro por grama das proteínas e carboidratos. Depois, é importante praticar exercícios. Nenhuma dieta funciona sem atividade física. #FicaDica

 A prática queima mais calorias e funciona como moderador de apetite, aumentando os níveis de endorfina na corrente sanguínea e atuando como depressor endógeno da fome.

Além de ser uma forma saudável de combate ao stress, tédio e tensão, o exercício realmente não é compatível com o hábito de fumar. Por isso, deve ser encarado como uma motivação extra para manter-se livre do cigarro. Mas lembre-se: é muito importante consultar o médico antes de iniciar qualquer atividade física e realizar mudanças na sua dieta.

TESTE: Você cuida bem da sua saúde?

Leia Também
Benefícios da água de coco para saúde
3 Dicas para controlar a ansiedade
12 dicas para prevenir o mau hálito
Comente!


Mais Lidas