Revistas:




Aprenda algumas dicas de como manter a hérnia de disco sob controle

Publicado por Carina Malfa em 03/04/2014 às 10h00

Entenda mais sobre a hérnia de disco e descubra algumas maneiras de evitá-la, ou mantê-la sob controle!

Texto Revista 7 dias - Edição n°562 | Foto Reprodução

 

Aprenda algumas dicas de como manter a hérnia de disco sob controle

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 5 milhões de brasileiros sofrem com hérnia de disco, por esse motivos resolvemos nos aprofundar um pouco mais sobre os assunto, para ajudar você a evitá-la, ou até mesmo, mantê-la sob controle
A baixar para pegar um objeto, andar ou até mesmo manter a postura ereta são alguns movimentos que, de tão comuns, fazemos "no automático", sem prestar atenção se estão sendo realizados da maneira certa. E todos eles só são possíveis graças à nossa coluna, uma das áreas do corpo que mais sofre com essa rotina sobrecarregada de atividades. Ações repetitivas, postura desleixada à frente do computador, pouca atividade física ou até exagerar nos exercícios são atitudes que aceleram o desgaste e minam a estrutura dessa grande parceira. E aí, aparece a hérnia de disco, mal que dá as caras quando o disco intervertebral – estrutura que fica entre vértebras e tem a função de "amortecer" a coluna – sofre um desgaste. Em outras palavras, o líquido de textura gelatinosa presente na região encosta nas raízes nervosas. “É como aqueles  antigos chicletes grandes, arredondados e com recheio. Quando ele atinge uma raiz nervosa, provoca dor por todo seu percurso”, ilustra Patrick Stump, fisiatra do Hospital das Clínicas da Faculdade deMedicina da Universidade de São Paulo. Além dos sintomas clínicos, o diagnóstico é feito por exames de imagem, como raio-X, ressonância magnética e tomografia computadorizada.

Apesar de a hérnia apresentar um pico de dor estrondoso nos primeiros dias, poucos pacientes são encaminhados ao centro cirúrgico. Em mais de 90% dos casos, a dor melhora sozinha em oito semanas, podendo ser neutralizada com fisioterapia, hidroterapia, reeducação postural global (RPG), acupuntura, atividade física supervisionada e medicações. “Se o incômodo não for embora ou houver perda e força nas pernas, aí sim é indicada a cirurgia”, explica Patrick Stump. A operação também  deve ser feita em pacientes que apresentam a síndrome da cauda equina, na qual a hérnia comprime nervos e leva à perda do controle da urina e da evacuação. Todos esses casos, juntos, fazem a cirurgia de hérnia ser o procedimento com maior fi la de espera pelo SUS – segundo dados de 2005 do Ministério da Saúde. Vale ressaltar que a cirurgia não representa uma cura. Afinal, não se implanta uma coluna nova. A tratada continuará tendo desgastes, as a dor melhorará.

7 maneiras de prevenir:

1. Mantenha a postura ereta sempre. Caso necessite, recorra ao RPG, mas andar corcunda, além de ser feio, pode trazer danos irreversíveis.

2. Deixe o salto alto de lado sempre que possível. Dá pra ser chique de sapatilhas ou sandálias mais baixas.

3. Cuidado com a balança! Fique de olho na qualidade da sua alimentação, sempre!

4. Evite ao máximo carregar grandes pesos, regularmente e durante muito tempo.

5. O cigarro também é um grande inimigo da coluna, afinal, algumas toxinas presentes nele acabam com os vasos que envolvem o disco vertebral.

6. É importante fazer exercícios físicos regularmente e corretamente! Ou seja, é necessário se alongar antes de qualquer das atividades. Se possível, tenha um profissional da área por perto.

7. Movimentos repetitivos ou até mesmo ficar sentada o dia inteiro na frente do computador são hábitos que não fazem bem para a coluna.


 

Leia Também
Benefícios da água de coco para saúde
3 Dicas para controlar a ansiedade
12 dicas para prevenir o mau hálito
Comente!


Mais Lidas