Revistas:




Qual o melhor tratamento de rejuvenescimento facial para seu tipo de pele?

Publicado por Evelyn Cristine em 26/03/2015 às 14h00

Você sabe qual é o melhor tratamento de rejuvenescimento facial para seu tipo de pele? Para cada caso, há um tratamento específico. Conheça a diferença dos tratamentos e escolha já o seu!

Texto Evelyn Cristine | Foto Reprodução

Qual o melhor tratamento de rejuvenescimento facial para seu tipo de pele?

A partir de uma certa idade, todos têm o mesmo propósito, deixar a pele do rosto com aparência mais firme e jovial, suavizando rugas e marcas de expressão. E para isso há diversos tratamentos para proporcionar o rejuvenescimento facial, mas alguns são mais eficazes que outros, dependendo do objetivo e das características de cada pele.

Com os passar dos anos, a pele do rosto perde o colágeno, responsável pela sustentação e firmeza do tecido. A consequência é o surgimento de sulcos, flacidez e rugas, principalmente nas pálpebras, maçãs do rosto, queixo, pescoço e ao redor da boca.

“Sabemos que não há como brigar com o tempo, mas é possível tomar algumas medidas para prevenir, atenuar e até retardar esses efeitos”, afirma Adriana Benito, médica especialista da Pró-Corpo Estética Avançada.

Antes de se submeter a qualquer procedimento, é imprescindível fazer o diagnóstico da pele e entender quais as técnicas que melhor se aplicam a cada caso. Conheça os procedimentos mais eficazes no combate ao envelhecimento da pele e a indicação de cada um deles!

Luz Pulsada

Indicada principalmente para os casos de foto envelhecimento e falta de espessamento da pele, a luz pulsada age por meio da emissão de luz e calor.

As ondas agem sobre os microvasos da pele, estimulando a circulação e a remodelação do colágeno. É muito utilizada no rosto, colo e mãos, promovendo rejuvenescimento leve e atenuando manchas.

Laser de CO2 Fracionado

As ondas de laser CO2 aquecem rapidamente a pele, causando microperfurações que provocam a renovação celular e a reestruturação da camada mais superficial da pele. O CO2 também estimula a contração do tecido, o que ajuda a combater a flacidez. Melhora a aparência das linhas de expressão, rugas, cicatrizes, flacidez e outras irregularidades da pele.

Preenchimento

Recomendado para tratar sulcos profundos, como rugas, bigode chinês ou imperfeições, como a queda da ponta do nariz, a técnica consistena aplicação de uma substância com propriedades de preenchimento dentro da pele ou logo abaixo dela, elevando-a e diminuindo a profundidade do sulco. Corrige as depressões e dá aspecto mais jovem.

Peeling Químico

Um dos procedimentos menos invasivos e mais populares, o peeling químico consiste na aplicação de ácidos especiais sobre a pele, que ajudam a retirar as camadas danificadas por meio da descamação. Em seguida, o tecido se regenera, formando uma camada lisa e mais elástica. Também melhora consideravelmente a hidratação da pele. Combate rugas faciais, cicatrizes e pigmentação irregular.

Radiofrequência

O principal objetivo da radiofrequência é tratar a flacidez leve a moderada, no rosto e no corpo. Seu efeito térmico estimula a produção de novas moléculas de colágeno, promovendo imediata contração das fibras do tecido e consequente remodelação do tecido. O aparelho de radiofrequência emite correntes de alta frequência, que atingem o tecido subcutâneo e agem sobre o colágeno.

Gostou das dicas? Comente!

TESTE: Você cuida corretamente da pele no inverno?

Leia Também
Botox instantâneo funciona? Saiba mais sobre esse tratamento
Descubra se você tem olheira
10 dicas para quem quer fazer uma tatuagem
Comente!


Mais Lidas