Revistas:




Dicas para ter seios perfeitos

Publicado por Lauany Soares Rosa em 12/01/2012 às 15h00

Todas temos queixas sobre nossos seios, eles podem ser grandes, pequenos, flácidos, moles, entre outros tipos e pensando nisso o Oficina trouxe para você dicas para ter seios perfeitos.

 

 

Texto Helena Dias para a revista Dieta Já - edição201/ Foto de divulgação/ Editora Web Lauany Rosa

 

 

Foto de divulgação

 

 

 

Há tempos um par de seios redondinhos e empinados entrou em disputa com o bumbum pelo primeiro lugar no pódio de paixão nacional. Como o Brasil está em segundo lugar no ranking de países que realizam cirurgias plásticas (cerca de 640 mil por ano), não é nenhuma surpresa que as mais procuradas sejam as mamárias. E não estamos falando apenas do implante de silicone. Seios grandes demais, ou até mesmo flácidos, são as causas mais comuns que justificam tal procura.

 

O excesso de volume nas mamas, ainda que seja genético, não é apenas uma questão estética.  Além do excesso, o efeito da gravidade também incomoda, causando seios caídos ou flácidos. Outro problema que  também costuma aparecer depois de uma grande perda de peso são os seios com aquela aparência “murchinha”. Alguns fatores também podem agravar ainda mais a situação, como predisposição genética, efeito sanfona, gestação, má alimentação, alterações genéticas, envelhecimento e obesidade.

 

A boa notícia é que estes quadros podem ser amenizados e solucionados com tratamentos menos drásticos que a cirurgia. Por isso o Oficina da Moda trouxe dicas para você conseguir seios perfeitos! Seja qual for o seu caso, acompanhe aqui alguns procedimentos e técnicas que promovem um resultado efetivo. De quebra, acompanhe.

 

Seu caso são seios caídos?


Muitas mulheres optam pelo uso de cosméticos. Os que existem no mercado agem como coadjuvantes e preventivos. Tais cosméticos ajudam a restaurar a hidratação e estimulam a renovação celular. Os mais indicados são as fórmulas à base de colágeno e elastina. Segundo o dermatologista, esses produtos ativam a circulação e aumentam a elasticidade da pele. Existem também os chamados firmadores, que levam DMAE, Tensine, Raffermine, Densiskin e Liftiline e promovem um efeito tensor. Além dos cremes e cosméticos existem alguns tratamentos que podem ajudar:

 

Tri-Polar Max 6 Contour

Como é feito: um aparelho de radiofreqüência retrai a pele, dando um aspecto mais firme. “A tecnologia atinge as camadas superficiais [derme] e profundas [hipoderme] do tecido cutâneo, ativando a circulação e estimulando as fibras elásticas”, explica o dermatologista Jorge Mariz. A aplicação é indolor e não há necessidade de uso de anestésico.


Resultados: os efeitos são visíveis logo na primeira sessão e os resultados são progressivos, pois o tratamento estimula a formação de colágeno.


Número de sessões: são recomendadas de 8 a 10, dependendo do grau de flacidez. As sessões duram de 20 a 30 minutos e o intervalo entre elas deve ser de 15 a 30 dias.


Preço: em média R$ 500 por sessão.



Macrolane

Como é feito: trata-se de um preenchimento com injeção de ácido hialurônico. Tal substância causa um “efeito estufa” nos seios, atraindo as moléculas de água para o local que foi implantado e, consequentemente há um aumento na região que também fica hidratada.


Número de sessões: em média, são necessárias duas aplicações. Cada uma dura em média 30 minutos e deve ser feita a cada 15 dias. A durabilidade do preenchimento com ácido hialurônico varia de 6 a 12 meses.


Preço: a partir de R$ 3 mil por sessão.



Laser CO² fracionado

Como é feito: “Por meio de uma ponteira, o laser realiza uma retração na pele e estimula a formação de colágeno, além de criar um tecido cutâneo novo e saudável”, explica Mariz. Esse tratamento de preenchimento compacta as células e aumenta a firmeza da pele. Geralmente, é aplicado um anestésico tópico
antes do procedimento.


Resultados: são nítidos a partir do quinto dia após a aplicação e vão aumentando devido à formação de novo colágeno, atingindo o auge depois de 30 dias do início do tratamento.


Número de sessões: são indicadas pelo menos três do Laser CO² fracionado com intervalo mínimo de 30 dias entre elas. Vale salientar que a técnica é mais agressiva e somente deve ser feita por dermatologistas que dominem amplamente esta tecnologia.


Preço: R$ 1.500 por sessão.

 

 

Se você quer diminuir os seios:



Mamoplastia (ou cirurgia de redução de mama)

Pré-operatório: antes da cirurgia, o especialista avalia a saúde da paciente com uma bateria de exames de sangue (anemia, coagulação, função renal, etc.), exames de imagem e avaliação cardiológica, que verifica o risco de uma complicação cirúrgica anestésica.


Procedimento: a cirurgia demora entre 2 e 4 horas e há três tipos de corte: T, L ou I. Eles dependem do formato da mama e também da quantidade de gordura ou glândula que é retirada. O procedimento é feito com anestesia local, geral ou peridural. Depois da retirada, o cirurgião elimina o excesso de pele e reposiciona a aréola. A
paciente permanece internada por no máximo 24 horas e pode ficar com um dreno nos seios durante este período.


Pós-operatório: a paciente pode retomar as atividades normais em 20 dias. É indicado
usar um sutiã específico por pelo menos 30 dias e evitar levantar os braços. Malhar, dirigir e pegar qualquer tipo de peso, somente dois meses depois da operação, sob o risco de comprometer o trabalho cirúrgico.


Resultado: os seios levam no máximo quatro meses para ficarem no formato definitivo. O fato de ter feito a cirurgia não exime a paciente de usar sutiã no dia a dia, viu? E cuidado, pois ganho de peso e envelhecimento podem alterar o formato.


Preço: de R$ 4 mil a R$ 7 mil.



Dica do Oficina

Quando a cirurgia de redução de mama não é considerada estética, e sim reparadora, o Sistema Único de Saúde (SUS) a realiza gratuitamente, desde que haja indicação de um médico conveniado. A interessada deve entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para que o caso seja avaliado.

Leia Também
Dicas para tirar a maquiagem
10 produtos de beleza que são tendência nas novelas
Saiba qual tipo de sobrancelha combina com seu rosto
Comente!


Mais Lidas