Revistas:




Tendência entre famosas é corpo sem cirurgia plástica

Publicado por Marília Alencar em 13/10/2014 às 19h00

Depois da geração de boazudas, a tendência, agora, é ter o corpo delicado e sem intervenções cirúrgicas

Texto Daniella Pina/ Fotos: Ag. News/ Adaptação: Marília Alencar

Sophie Charlotte e Isis Valverde
(Fotos: Ag.News)

 

Até há pouco tempo, a moda que reinava entre as famosas era a de manter um corpo com formas volumosas. Assim, por insatisfação pessoal ou por uma exigência profissional, muitas mulheres recorreram às próteses de silicone para dar aquela turbinada. O modismo levou o Brasil a ocupar o primeiro lugar entre os países que mais realizaram cirurgias plásticas no mundo, ficando à frente até dos EUA, no ano passado. Somente em 2013, foram cerca de 1,5 milhão de cirurgias estéticas realizadas no país, o equivalente a mais de quatro mil operações por dia. Apesar dos dados, parece que as tendências estão mudando. Pelo menos é o que se observa entre as atrizes mais cobiçadas do momento: Isis Valverde, Sophie Charlotte e Bianca Bin. Além de lindas e talentosas, essas musas têm mais uma característica em comum: o corpo naturalmente belo, sem intervenções cirúrgicas. Com 1,71 metro de altura e 56 quilos, Sophie garante que não pretende investir no silicone. “Hoje sei do meu borogodó”, afirma. Isis, que tem 1,63 e 54 quilos, é do mesmo partido: “Imagina eu com silicone? Com unha postiça já fico aflita, imagina com um peito de plástico? Adoro meu corpo”, diz.

Além da vaidade e do apelo midiático, algumas mulheres aderem às cirurgias plásticas por uma exigência profissional. Cleo Pires colocou silicone quando decidiu posar nua para a revista Playboy, em 2010. Nanda Costa fez o mesmo, no ano passado. Apesar de desmentir os boatos de que tenha se submetido às intervenções, alegando que estava menstruada no período das fotos, amigos próximos à Cleo garantem que a atriz fez, sim, uma cirurgia antes do ensaio. Ela teria optado por uma prótese pequena para parecer o mais natural possível e ficar proporcional ao seu corpo. Ao contrário dela, Nanda não tem problemas em falar sobre sua cirurgia. “Disseram que eu ia fazer por causa da revista, mas é mentira. Eu fui gordinha, emagreci, meu peito caiu, ficou flácido e não há malhação no mundo que conserte isso”, revelou. Para ficar com o corpo equilibrado e homogêneo que desejava, a atriz escolheu próteses pequenas. “Foram menos de 200 ml”, diz.

Leia Também
Riscos que se corre ao colocar um piercing no mamilo
Veja quais são as diferenças entre os tipos de depilação
Gordura localizada: como acabar com os pneuzinhos
Comente!


Mais Lidas