Revistas:




Tratamentos para cada tipo de cabelo

Publicado por Camila Oliveira em 22/10/2011 às 10h39

Cabelos quebradiços, opacos, oleosos, ressecados, pontas duplas, desbotados ou manchados e que estejam caindo... Veja o que os cabelereiros recomendam para cada tipo de madeixa e encontre o tratamento ideal para seu cabelo!

 

Texto revista 7 dias com você - edição nº 437 / Foto: Shutterstock / Adaptado por Camila Oliveira

 

 

Cuidados para cada tipo de cabelo!

 

Foto: Shutterstock

 

 

Incômodos na cabeça que acabam com o nosso humor, são os fios ressecados, oleosos, quebradiços, opacos, com queda etc. Ninguém merece desfilar com as madeixas detonadas. A loira e com um dos cabelos mais invejados da mídia, Adriane Galisteu, recebe constantemente retoques químicos na cabeleira para manter a cor impecável, mas, não abre mão da hidratação, que é como uma espécie de peeling com cristais de mica, ajuda a dar brilho, realça a coloração e hidrata. É o que afirma o cabeleireiro Marco Antonio de Biaggi.

 

Porém, você pode optar por outros tipos de tratamentos para que suas madeixas fiquem um arraso. A revista Corpo a Corpo, nº 267, trouxe uma série de opções, sugeridas por famosos hairstylists, para vocês escolher. Resgatamos algumas delas para que você possa escolher a mais indicada ao seu caso.


Cabelos quebradiços


Geralmente provocado pelo excesso de química e calor, que elimina água e deixa as mechas mais sensíveis. Para o hairstylist Thiago Braga a solução é nanocauterização, tratamento que cicatriza a cutícula do cabelo. “Os fios são lavados com xampu específico, depois aplica-se o reconstrutor e, por fim, usamos o aparelho Nanojet, que cauteriza de dentro para fora”, explica.

 


Queda de cabelo


A oleosidade excessiva pode provocar caspa e queda de cabelo. O tratamento ideal é a argiloterapia, indica Adriana Carlos, pois, segundo ela, a argila promove higienização e desintoxicação do couro cabeludo, reduzindo a oleosidade e eliminando fungos e
bactérias que causam queda. “O cabelo é lavado com xampu de limpeza profunda e depois recebe a máscara de argila. Cada mecha é massageada, para melhor absorção do produto nos fios.”

 


Cabelos ressecados


Exposição ao sol, vento, contato com areia da praia, cloro da piscina são fatores que ressecam os fios. Esses agressores abrem as escamas que compõem a cutícula sensibilizando os fi os e danifi cando a queratina. O hairstylist Glecciano Luz aposta no Photon Brush. “Neste processo a máscara é aplicada nos fios sem encostar na raiz. Depois é necessário secar e passar a escova de fótons que potencializa a absorção da queratina”, ensina.

 

 

Cabelos desbotados e manchados


Os raios solares acabam com a pigmentação dos cabelos e, assim, surgem as manchas. O cabelereiro Cláudio Espínola propõe um tratamento feito através do Lifetex da Wella. “Após aplicar o produto, é necessário deixar agir por aproximadamente cinco minutos para que a vitamina E, que protege os fios, e o tocoferol, que combate a oxidação, do produto ajam e proporcionem cabelos saudáveis, brilhantes e com cor intensa.”

 


Pontas duplas


Geradas por desgaste natural dos cabelos, podem ser agravadas pelo ar seco, sol, vento, calor, sal, uso excessivo de química, secador e chapinha. Uma boa dica é optar pela terapia das algas, o tratamento é capaz de repor até 90% da umidade do fio. Primeiro é feito um peeling no couro cabeludo, para retirar os resíduos de produtos e devolver a elasticidade. Em seguida lava-se os fios com um xampu que abra as cutículas e por último aplica-se alga gelatinosa.

 

 

Cabelos opacos


O atrito provocado pelo contato dos fios com o verão, areia e vento, danifica a superfície do fio, causando microlesões nas fibras capilares deixando-o fragilizado, o sol também causa opacidade. Invista em um ritual de brilho, “utilize linhas de produtos que abram as cutículas dos fios e potencialize o efeito do produto”, explica o hairstylist Tiago Aprigio.

 

 

Cabelos oleosos


A desidratação do couro cabeludo causa coceiras e escamações na cabeça. Para a proteção contra a ressecamento, o organismo estimula a produção das glândulas sebáceas. Resíduos de produtos e o aumento da transpiração pioram ainda mais a situação. Escolha o tratamento Kerabiótico, “É como um peeling superficial no couro
cabeludo, retirando as impurezas e células mortas, eliminando os fungos e equilibrando o funcionamento das glândulas sebáceas”, conta a cabelereira Antonia Oliveira.

 

 

Leia Também
Aprenda a fazer rabo de cavalo com topete
Como fazer babyliss despojado
Aprenda a fazer penteado para cabelo cacheado
Comente!


Mais Lidas