Revistas:




As melhores hidratações para o verão e inverno 2012

Publicado por Ana Carolina Gabriel em 25/11/2011 às 13h45

Hidratar é fundamental. Ainda mais no verão e no inverno onde os cabelos estão mais suscetíveis as mudanças climáticas. Por isso, separamos cinco tipos de hidratações para que você faça com ajuda do seu cabelereiro, além de algumas dicas!

 

Por Aline Sampaio para revista Bella Cabelos – edição nº 13 / Foto reprodução

 

Cabelos lindos e saudáveis no verão e inverno 2012!

Foto: reprodução



Toda mulher sabe que independente do tipo de cabelo, é preciso fazer hidratações esporadicamente. Ainda mais no verão e no inverno que é a época que as madeixas merecem mais atenção.


Separamos sete tipos de hidratações para que você cuide dos seus fios corretamente. “O clima seco atinge os cabelos. É muito importante recompor as madeixas e fazer muuuita hidratação”, sugere Marcos Coraza, do salão Gilberto Cabeleireiros.


Óleo de Argan, da Self Cosméticos

 

Como funciona: o óleo de argan, que é rico em ômega 6, 9 e vitamina E, age como agente antioxidante e neutraliza os radicais livres do fio capilar, mantendo a cutícula fechada. Além de hidratar, o tratamento também auxilia na queda capilar de origem química.


Vantagem: o cabelo fica com balanço, brilho e macio.


Indicação: cabelos com química ou ressecados.

 

Duração: em média 50 minutos.


Renovação: deve ser indicada pelo profissional.


Cuidados depois: usar produtos que tenham pH baixo (ácido), shampoo sem sal, princípios ativos como queratina, óleos e hidratantes.


Sleek & Shine Rebonding Extra Forte, Keune

 

Como funciona: reconstrói a estrutura interna do fio processado quimicamente, repara sua porosidade suavizando a textura, dá brilho e ajuda a desembaraçar o cabelo, melhorando a elasticidade do fio.


Vantagem: promove vitalidade, maciez e brilho intenso aos fios, além de equilibrar sua umidade natural.


Indicação: cabelos danificados por processos químicos.


Duração: de 3 a 5 minutos.

 

Renovação: a cada 15 dias.


Cuidados depois: indicações do profissional.


Factor S, da TIGI, feito no salão Gilberto Cabeleireiros

 

Como funciona: a composição da hidratação tem óleos de sementes de girassol e proteína da seda que trata e estrutura os fios.


Vantagem: é um tratamento rápido e completo.


Indicação: todos os tipos de cabelos.


Duração: 15 minutos.


Renovação: uma vez ao mês.


Cuidados depois: manter uma periodicidade de tratamento.


Reconstrução capilar, no Salão da Praia

 

Como funciona: a mistura da ceramidas, do silicone com filtro uv, incell e amido nutrem os fios com profundidade. A técnica devolve a estrutura da matéria do cabelo, que perdemos em fatores como poluição, uso excessivo do calor da chapinha,
secador, baby-liss e etc.


Vantagem: a técnica deixa os fios mais fortes, com vigor e brilho intenso. “O tratamento serve para prevenir danos a eles”, orienta o hairstylist Marcelo Carneiro, do Salão da Praia.


Indicação: todos os tipos de cabelos, principalmente, os alisados.


Duração: aproximadamente 40 min.


Renovação: de 15 em 15 dias.


Cuidados depois: usar shampoo, condicionador e leave in aconselhados pelo profissional.


Engessamento capilar, no salão Red Door


Como funciona: no tratamento é colocado um manto de cabelo superficial, rente à raiz, e em cima das madeixas da cliente. O engessamento esconde os fios ruins, para que eles sejam cuidados, e coloca outros bons em cima, para disfarçar o que não está bem. Os novos fios ficam de três a seis meses fixados na cabeça da pessoa. “Na técnica ensinamos a cliente a cuidar de seus cabelos. Afinal, nós acabamos sendo inimigos de nós mesmos”, diz o hairstylist Robson Trindade.


Vantagem: a pessoa pode ficar bonita, mesmo com o cabelo ruim, e cuidar das madeixas danificadas nesse período.


Indicação: para quem fez alisamento ou quem quer recuperar o fio.


Duração: 8 minutos.

 

 

 

Leia Também
Veja como ter o cabelo de Aline Moraes
7 cabelos das famosas mais copiados nos salões
Efeito ombré é tendência para os cabelos
Comente!


Mais Lidas