Revistas:




4 posições para você gozar gostoso!

Publicado por Redação Oficina da Moda em 23/10/2011 às 18h23

Atingir o orgasmo depende de caminhos eróticos que podem ser aprimorados com os movimentos e toques certos

Atingir o orgasmo depende de caminhos eróticos que podem ser aprimorados com os movimentos e toques certos. Para isso, selecionamos posições capazes de levar a mulher ao delírio. Pratique com seu amado e alcance o auge do prazer

O caminho do gozo depende de um conjunto de fatores que, se bem assimilados, podem se tornar a combinação exata do prazer. A boa notícia é que, com um pouco de treino, atingir o orgasmo pode se tornar uma constante na vida sexual de uma mulher. O primeiro fator é o desligamento de programas e arquivos diários (e encanações, claro) para que a entrega sexual possa fl uir livremente. Outro ponto é o envolvimento emocional e de intimidade com o parceiro. “Para a mulher ter orgasmos, ela precisa ser abraçada, tocada, ouvida, receber muito carinho, ouvir sussurros e dizeres eróticos ao pé do ouvido e, principalmente, se sentir muito à vontade e desejada”, explica a terapeuta sexual Cláudya Toledo (SP).

O terceiro é o estímulo promovido pelo contato entre os corpos. De acordo com a sexóloga Carla Cecarello (SP), “muitas posições são deliciosas, mas não proporcionam fricção sufi - ciente no clitóris. Por isso, as que facilitam esse estímulo são as mais indicadas para atingir o orgasmo”. Para que tal prazer seja alcançado, portanto, é importante que a mulher se lembre de um detalhe: nada de ansiedade para chegar lá. “Se ela fi ca se cobrando o orgasmo, mais difícil de ele vir. Tem que tirar essa obrigação da cabeça”, aconselha Franciele Minotto (SP), ginecologista e terapeuta sexual. Agora é só deixar fluir as fantasias e se colocar à disposição para essas 4 posições certeiras para atingir o auge do prazer na cama.

1° Posição de Andrômaca

 
COMO FAZER: seu parceiro deve se deitar de costas no chão ou na cama e você se sentar sobre ele – de frente – oferecendo-se para a penetração.
 
POR QUE AJUDA A ATINGIR O ORGASMO?

Por ficar por cima, a mulher pode, além de liberar as fantasias femininas de dominação, conduzir todo o ritmo da transa, impondo a velocidade e os movimentos (que podem ser em círculos ou lateralmente) que mais facilitem a intensidade do seu prazer. As sensações podem ser manipuladas de acordo com o que for conveniente, aumentando ou diminuindo a profundidade da penetração. Os músculos da vagina podem ser conduzidos ao orgasmo através do movimento de pompoarismo.

Como nesta posição as mãos fi cam livres, se preferir a mulher pode se masturbar ou pedir que o companheiro a estimule acariciando os seu seios e o clitóris. Este ângulo também é um dos favoritos para estimular o ponto G.
 
“Para a mulher ter orgasmos, ela precisa ser abraçada, tocada, ouvida, receber muito carinho, ouvir sussurros e dizeres eróticos ao pé do ouvido e, principalmente, se sentir muito à vontade e desejada” Cláudya Toledo, terapeuta sexual

2° A colher (de ladinho)

 


COMO FAZER: o casal deita-se lado a lado com a mulher de costas para o homem. Ele afasta suas pernas e a penetra por trás.
 
POR QUE AJUDA A ATINGIR O ORGASMO?

Os movimentos devem ser suaves e coordenados e a penetração, lenta e profunda. Um dos pontos altos é que favorece as carícias, que podem variar entre os seios, barriga e, finalmente, o clitóris. Além disso, o homem pode aumentar o erotismo beijando a mulher na nuca e atrás da orelha. O ângulo da penetração garante a fricção contínua do clitóris, além de permitir que ela mesma se masturbe durante a penetração. Para o homem, as sensações também são intensas já que as pernas juntas da mulher permitem que a compressão do pênis seja maior e mais prazerosa.

3° Posição da bigorna 

 
COMO FAZER: com as pernas levantadas, a mulher é penetrada e o parceiro, em seguida, as coloca esticadas sobre os seus ombros.
 
POR QUE AJUDA A ATINGIR O ORGASMO?
 
Para esta posição, é muito importante que a mulher esteja completamente lubrifi cada antes que seu parceiro a penetre, caso contrário pode ser um pouco incômodo. A vantagem é que proporciona uma excitação absoluta para o casal. O homem pode variar seus movimentos até atingir a penetração completa. O fato de o contato genital se intensificar, pois os testículos golpeiam suavemente os glúteos da mulher e o clitóris pode ser pressionado pelo corpo do homem, a posição promove recursos sufi ciente para que seja possível atingir o orgasmo.

4° Posição de lótus

COMO FAZER: o homem se senta com as pernas cruzadas (ou esticadas) e a mulher se senta sobre seu pênis de frente para ele.

POR QUE AJUDA A ATINGIR O ORGASMO?

Este truque pode levar a mulher a experimentar uma sensação altamente prazerosa por vários motivos. Um deles é que a posição permite momentos de grande afetividade, já que os corpos ficam bem colados e o casal pode manter os olhos nos bolhos, observando a resposta do prazer que estão dando um ao outro. Aqui, a penetração não é tão profunda, mas os músculos da vagina ficam mais tensos e isso é muito estimulante para ambos. Por estar por cima, a mulher fi ca livre para conduzir
a sua musculatura ao orgasmo.

Ejaculação feminina

Muitos filmes pornô mostram cenas em que as atrizes jorram uma grande quantidade de líquido de sua vagina. Mas esse fenômeno existe mesmo? De acordo com. Carla Cecarello, “a mulher libera uma secreção que, depois do orgasmo, pode sair em maior intensidade”. Já a doutora Franciele afirma que 10% das mulheres têm células vaginais que produzem uma gosma parecida com o líquido seminal, mas que não é capaz de jorrar. Por estar em estudo, a questão ainda é considerada mito.

TERMÔMETRO: Graus de dificuldade

De acordo com Franciele Minotto, 40% das mulheres apresentam uma patologia chamada anorgasmia, que é a dificuldade para atingir o orgasmo. Tecnicamente, existem classificações para cada grau da limitação. Conheça cada uma delas e o que pode ser feito para mudar esses quadros.

Anorgasmia situacional

O orgasmo só é possível quando a mulher se masturba, mas não acontece nem com estímulo do parceiro nem com a penetração. É importante, neste caso, avaliar quais motivos a impedem de aceitar o carinho do outro e buscar soluções para liberar as travas que limitam a entrega.

Anorgasmia secundária

Aqui, a mulher já teve orgasmo antes, mas algo acontece que ela não consegue mais gozar. Para resolver, não depende de posições ou movimentos para o estímulo, mas de uma avaliação das causas emocionais que provocaram a disfunção. Essa é uma questão psicológica que precisa ser analisada e tratada.

Anorgasmia primária

São mulheres que nunca experimentaram um orgasmo, ou por travas emocionais ou questões culturais e religiosas. A maioria das que passam por isso não buscam solução, já que não sentem falta da sensação, pois nunca a sentiram. Neste caso, a busca por um especialista é o ideal.
 
Fonte: http://itodas.uol.com.br/

 

 
 

Leia Também
Sexo casual, você toparia?
Conheça os lançamentos da Erótika Fair 2014
Erotika Fair 2014: Empresa lança cosméticos temáticos para a Copa do M...
Comente!


Mais Lidas